Início Instituição Equipa Consultas Localização Minha Cirurgia Reuniões Científicas Media Links FAQS
 Início Media

- 2005 – 3 notícias

- 2004 – 4 notícias

- 2003 – 2 notícias

- 2002 – 1 notícias

- 2000 – 13 notícias

- 1999 – 8 notícias

- 1998 – 15 notícias

- 1997 – 15 notícias

- 1995 – 2 notícias

- 1994 – 2 notícias

- 1993 – 1 notícias

- 1992 – 13 notícias

- 1990 – 3 notícias

- 1989 – 4 notícias

- 1988 – 2 notícias

- 1987 – 1 notícias

- 1986 – 2 notícias

Jornal CAMPEÃO das PROVÍNCIAS, 4 Abril 2002
Reimplantação cirúrgica da mão. Em nenhum país do mundo se faz melhor – o responsável por esta distinção é o Professor Abel Nascimento. “As reimplantações ou se fazem e têm êxito ou então, não tendo indicação, não se fazem. Mas mais: costumo dizer, como membro do Júri europeu a que pertenço e quando as pessoas se sentam para fazer os seus exames e obter o diploma, que o cirurgião que vai fazer uma reimplantação da mão deve ter os cinco dedos de conhecimento para a poder efectuar com êxito. Quero eu dizer com isto que ele deve ser anatomista, ortopedista, cirurgião plástico, microcirurgião vascular e microcirurgião nervoso. Se lhe faltar uma destas componentes não pode desenvolver e fazer uma reimplantação com êxito.” Afirmou-nos o Professor Abel Nascimento, chefe de serviço hospitalar e professor da Universidade de Coimbra, na visita que o “Campeão” efectuou ao Instituto de Cirurgia Reconstrutiva, uma das unidades europeias mais modernas nesta área.