Início Instituição Equipa Consultas Localização Minha Cirurgia Reuniões Científicas Media Links FAQS
 Início Áreas Cirúrgicas Plexo braquial (adulto e obstétrico) / nervos periféricos

 

Plexo braquial (adulto e obstétrico) / nervos periféricos

 

A cirurgia do plexo braquial e dos nervos periféricos é uma das áreas chave em que o ICR é solicitado para tratamento e colaboração científica, a nível nacional e internacional.

A cirurgia do plexo braquial obstétrico e do adulto, quer microcirúrgica quer paliativa articular e de transplantes musculares e transferências tendinosas, é efectuada em número e frequência elevados.

A proveniência destes doentes é de toda a área populacional de Portugal continental e ilhas, e também do estrangeiro.

O ICR recebe plexo obstétrico (Erb's palsy) de várias unidades hospitalares do país. (Protocolo cirúrgico: microcirurgia nervosa entre os 4 - 6 meses de idade, quando indicado, tranferências musculares com release anterior do ombro pelos 2 - 6 anos de idade. Cirurgia do cotovelo, punho e mãos quando indicada).

Cirurgia do plexo braquial obstétrico

Cirurgia do plexo braquial obstétrico

Cirurgia do plexo braquial obstétrico


No respeitante ao plexo do adulto, o maior número de casos é devido a acidentes de viação com motociclos.

 

Cirurgia paliativa do plexo braquial adulto - transplante muscular triplo


O primeiro tempo cirúrgico na reconstrução do plexo braquial deverá ser efectuado precocemente nos primeiros meses após lesão, devido à degenerescência nervosa e atrofia muscular.

Reconstrução microcirúrgica do plexo braquial com enxerto nervoso

Lesão do plexo braquial - neurotização do nervo ulnar para musculocutâneo
+ transplante latissimus dorsi

     
Lesão C5-C6-C7 do plexo braquial - microcirurgia, transferência de pectoralis minor + Steindler, trapezius + levator scapulæ, latissimus dorsi e tendões ao nível do punho, em vários tempos cirúrgicos
  Lesão C5-C6-C7 do plexo braquial – reconstrução microcirúrgica, e tripla transferência muscular

 



Possuímos uma casuística de largas centenhas de casos, entre a microcirurgia e a cirurgia paliativa. Esta é uma das áreas em que os centros internacionais solicitam a nossa colaboração para a realização de conferências e cursos de formação.

Artrodese do ombro Artrodese do ombro com placa

 

A microcirurgia nervosa periférica do nervo axilar, radial, mediano, cubital, ciático, peroneal comum, tibial, etc., é outra das áreas de grande experiência do ICR, pelo grande número de cirurgias efectuadas.


Investigação anatómica do músculo serratus major
+ paralisia de Charles Bell (longo torácico) - transplante hemi-pectoralis major

Uma patologia relativamente frequente e de diagnóstico difícil, manifestando-se por vezes por edema da mão, parestesias do bordo cubital da mão (formigueiros), dores incaracterísticas pelo braço, dores no ombro em adultos jovens (16 - 30 A), é o outlet thoracic syndrome (sindroma do desfiladeiro torácico). O diagnóstico é de exclusão, após estudo de patologia cervical nervosa periférica. Os exames complementares de diagnóstico - electromiograma do membro superior e RMN da coluna cervical são negativos. É efectuada uma neurólise do plexo braquial baixo (C8-D1), com exérese da 1ª costela por via supra e infraclavicular.

Thoracic outlet syndrome

Thoracic outlet syndrome

 


Somos membro fundador do Clube mundial Narakas


Reunião do Plexo Braquial, Lausanne, 1989 - Professor A. Narakas†