Início Instituição Equipa Consultas Localização Minha Cirurgia Reuniões Científicas Media Links FAQS
 Início Áreas Cirúrgicas Ortopedia e Traumatologia

 

Coluna

No nosso Instituto é tratada toda a patologia da coluna cervical, dorsal e lombar, quer traumática quer degenerativa.

Na consulta, os doentes serão estudados através de exame clínico e meios complementares de diagnóstico (RX, TAC, RMN), para uma orientação do tratamento médico, medicina física e reabilitação ou tratamento cirúrgico.

A patologia traumática e suas sequelas, patologia herniária e crónica degenerativa são tratadas por rotina, por via anterior e posterior, através de instrumentação por artrodese, substituição discal ou fixação transpedicular.

Artrodese da coluna cervical Artrodese da coluna cervical
Artrodese da coluna cervical Artrodese da coluna lombar

 


Anca

 

São tratadas todas as patologias desta articulação quer traumáticas quer degenerativas quer sequelares (ex: inflamatórias, infecciosas, metabólicas e vasculares).

A patologia da artose da anca é tratada por aplicação de próteses totais, cimentadas e não-cimentadas, sendo igualmente efectuada a revisão das referidas próteses.

Prótese total da anca.
Prótese total da anca

Dentro da patologia desta articulação destacamos o tratamento diferenciado do Instituto na necrose asséptica (avascular), no qual somos pioneiros ao nível mundial.

Desenho esquemático da anca - enxerto ósseo vascularizado de crista ilíaca Retalho inguinal - investigação  Anatómica (a e b) Retalho inguinal - investigação Anatómica (a e b)
Desenho esquemático da anca - enxerto ósseo vascularizado de crista ilíaca Retalho inguinal - investigação anatómica

 

Nesta patologia, nos estadios II e IIIa de Steinberg, aplicamos um enxerto ósseo vascularizado, quer de crista ilíaca quer de peróneo.

Possuímos casuística e follow-up (até dezanove anos) de vários doentes com aplicação bilateral de enxerto ósseo vascularizado sem recurso a substituição protésica.

Peroperatório
Peroperatório

Crista ilíaca vascularizada, 4 anos post-cirurgia Crista ilíaca vascularizada - RMN
Crista ilíaca vascularizada, 4 anos post-cirurgia Crista ilíaca vascularizada - RMN

Necrose asséptica da anca com peróneo vascularizad
Necrose asséptica da anca com peróneo vascularizado


Joelho

 

É cirurgia de rotina o tratamento da patologia infantil, patologia do adulto, quer traumática quer óssea, ligamentar, meniscal e osteoartrósica.

A artroscopia para tratamento meniscal e ligamentar, especialmente a reconstrução do ligamento cruzado anterior, é prática corrente.

As osteotomias de correcção de eixos e as próteses totais do joelho são igualmente efectuadas por rotina, assim como a sua revisão.

No ICR são tratadas inúmeras lesões da patologia desportiva desta articulação, nomeadamente meniscal e ligamentar.

Prótese total do joelho (bilateral) Prótese total do joelho (bilateral)
Prótese total do joelho (bilateral) Osteoma ostéoide do joelho (tíbia)

Reconstrução nervosa microcirúrgica do nervo ciático poplíteo interno e externo (nervo peroneal) Reconstrução nervosa microcirúrgica do nervo ciático poplíteo interno e externo (nervo peroneal)
Reconstrução nervosa microcirúrgica do nervo ciático poplíteo interno e externo (nervo peroneal)


Cirurgia do ligamento lateral externo do joelho


Tornozelo

 

É uma patologia comum do jovem desportista (futebol, parapente, paraquedismo, atletismo) e da mulher.

É prática corrente o tratamento de patologia traumática aguda e sequelar. É frequente o tratamento das instabilidades ligamentares, a execução de artrodese sub-astragalina, artrodeses da tibio-társica, triplas artrodeses e a prática relativamente recente de próteses totais do tornozelo.

Prótese do tornozelo Prótese total do joelho (bilateral)
Prótese do tornozelo Retalho chinês – aplicação como retalho livre (microanastomoses) para cobertura de fractura exposta com necrose cutânea e óssea

 


Este segmento constitui uma enorme percentagem do tratamento efectuado no ICR:
hallux valgus (joanete); necrose avascular do jovem; hiperpressão metatársica anterior; pé planus, pé cavum; malformações congénitas, vasculares; sindromas canalares; neuroma de Morton; cobertura cutânea de esfacelos e escaras recorrendo a microcirurgia; recolha de tecidos (transplante do dedo do pé para a mão); etc..

Paralisia dos músculos da região plantar do pé (lesão nervosa e tendinosa, fractura exposta dos ossos da perna) – reconstrução microcirúrgica Paralisia dos músculos da região plantar do pé (lesão nervosa e tendinosa, fractura exposta dos ossos da perna) – reconstrução microcirúrgica
Paralisia dos músculos da região plantar do pé (lesão nervosa e tendinosa, fractura exposta dos ossos da perna) – reconstrução microcirúrgica

Malformação congénita do pé – hiperextensão digital por retracção tendinosa Malformação congénita do pé – hiperextensão digital por retracção tendinosa
Malformação congénita do pé – hiperextensão digital por retracção tendinosa

Tratamento do pé plano
Tratamento do pé plano

Neuroma de Morton Neuroma de Morton
Neuroma de Morton

Correcção de malformação congénita com osteotomia, artrodese, etc.
Correcção de malformação congénita com osteotomia, artrodese, etc.

Retalho vascularizado da região plantar interna Retalho vascularizado da região plantar interna
Retalho vascularizado da região plantar interna

Hallux valgus (joanete) Necrose asséptica da cabeça do 3º metatarso
Hallux valgus (joanete) Necrose asséptica da cabeça
do 3º metatarso


Artrodese astragalo-escafoideia e subastragalina
Artrodese astragalo-escafoideia e subastragalina